Como pedir a portabilidade – mudar de operadora sem perder o número

A portabilidade é um dinheiro do consumidor regulamentado pela ANATEL (Agência Nacional de Telecomunicações) em 2007, por meio dela o cliente pode mudar de qualquer operadora sem perder o número da linha. Por exemplo, se o seu número é da TIM, você pode mudar para a Claro, Oi ou Vivo sem perder o número, ou seja, continuará com o número de telefone. Nesta matéria explicaremos, sucintamente, com realizar a portabilidade para qualquer operadora.


Só o titular da linha original é que pode fazer a portabilidade, e ele deve acontecer no mesmo segmento, ou seja, linha móvel só pode ser portada para outra operadora móvel e telefone fixo só pode ser portado para outra empresa de telefonia fixa. Outro detalhe importante é que a portabilidade tem que acontecer no estado de mesmo DDD, por exemplo, se a linha é de DDD 11 ela precisa acontecer no estado de São Paulo.

O custo da portabilidade varia de operadora para operadora, mas, normalmente, é apenas o custo de aquisição de um novo chip, cujo valor varia de R$1,00 a R$10,00.

Documentos Necessários

Para proceder com a portabilidade é necessário apenas a apresentação dos seguintes documentos:

  • RG;
  • CPF;
  • Comprovante de endereço (desejável);
  • Comprovante de renda (apenas caso a sua linha seja migrada para um plano pós-pago. Os planos controle e pré-pago não necessitam de comprovante de renda);


O solicitante precisa ser, obrigatoriamente, o mesmo titular da linha na operadora onde está o número. Por exemplo, se deseja portar o número da Claro para a Vivo, o número da Claro precisa, obrigatoriamente, ser da mesma titularidade (estar no mesmo CPF ou CNPJ) da pessoa que solicita a portabilidade na Vivo.

COMO SOLICITAR

A solicitação deve ser feita sempre em uma loja da operadora em que deseja que o seu número seja transferido, ela entrará em contato com a operadora de origem do seu número e processará a transferência em, no máximo, três dias úteis. No momento da solicitação o cliente já sai da loja com um chip temporário, é nele que o número antigo do cliente começará a funcionar quando a solicitação for concluída.

Nos planos pós-pagos, algumas empresas permitem que o pedido da portabilidade seja feito por meio da internet, neste caso o cliente receberá o chip temporário por Correios. Observe que o pedido de portabilidade pela internet pode levar mais tempo em virtude da entrega do chip.

Se preferir, é possível também pedir que a portabilidade seja feita em uma data e horário agendado.

O único custo da portabilidade é o da aquisição de um novo chip, cujo valor vai depender da operadora em que pretende realizar a transferência. Mas, normalmente, é entre R$1 e R$10,00, algumas operadoras induzem o cliente a levar junto uma recarga, caso o plano a ser ativado seja pré-pago.


0 comentários:
Postar um comentário

Evite usar a opção "Anônimo", se não tiver conta no Google, preencha seu nome na opção "Nome/URL"