Operadoras se recusam e emitir 2ª via de chip pré-pago

Lojas de operadoras dificultam a emissão de segunda via de chip pré-pago, muitas induzem o consumidor a contratar um plano pós-pago para recuperar o número.

Se você perdeu ou teve um chip pré-pago roubado, saiba que conseguir a segunda via pode ser mais difícil do que se imagina, um verdadeiro dilema! Muitas lojas de operadoras se recusam a emitir a segunda via de chip de planos pré-pagos, algumas delas chegam ao absurdo de dizer que a 2ª via só pode ser conseguida caso o cliente migre para um plano pós-pago (de conta). Pude presenciar esse tipo de acontecimento em três grandes operadoras, Tim, Claro e Vivo, vou detalhar nesse post.


Infelizmente a desonestidade nas lojas é grande! Muitos promotores de venda querem vender um produto ou serviço a todo custo, para isso não se importam de mentir para o cliente. Nem sempre a culpa é só do vendedor, pois muitas vezes esse trabalhador é “obrigado” a enganar seus clientes para atingir uma meta surreal, sob o risco de perder seu emprego. É desonesto! É, infelizmente, Brasil!

Se você for vítima de algo do gênero, não deixe de reclamar e denunciar as autoridades competentes, anote o dia, horário e nome da pessoa que lhe atendeu. Faça uma reclamação na Anatel, Consumidor.gov.br, Procon e ReclameAqui, faça valer os seus direitos! A maioria dessas instituições recebem reclamações pela internet ou via aplicativo para celular.

Infelizmente as agências reguladoras parecem fechar os olhos para isso! Basta fazer uma pesquisa no ReclameAqui e você verá quantos consumidores não conseguiram emitir a segunda via de chip em planos pré-pagos.

As alegações para a não emissão da segunda via de um chip pré-pago são quase sempre as mesmas:
  • Só temos chip pós-pago, o chip pré-pago está em falta e sem previsão de chegada;
  • A “operadora” não emite 2ª via de chip pré-pago;
  • Não podemos emitir a segunda via de chip pré-pago, somos revenda da operadora;


Muitos clientes acabam aceitando a venda do plano pós-pago e, depois, ligam na central de atendimento da operadora para migrar para o pré-pago.

O "golpe" também acontece quando o cliente tenta trocar o chip, substituindo o existente por um de tecnologia micro, nano ou 4G ready.

Com essas desculpas o cliente acaba impedido de rever o número de telefone em uma plano pré-pago, o que faz com que ele seja induzido a contratar um plano pós-pago. Com isso, o vendedor (promotor) atinge a sua cota de vendas. A comissão que o vendedor ganha é conquistada de maneira desonesta, pois ele enganou o consumidor.

Muitos consumidores acabam não tendo escolha, eles precisam do número de telefone pois podem receber ligações de emprego, postos de saúde, etc. Como mencionado no começo dessa matéria, já passei por essa situação com a operadora Claro, Tim e Vivo, em todas as situações registrei uma reclamação na ANATEL (Agência Nacional de Telecomunicação) e, assim, conseguir obter a segunda via do chip.

Infelizmente muitos consumidores não sabem que essa técnica é ilegal. O cliente pode obter a segunda via de um chip, independente do plano. Ou seja, você pode optar por ter a sua linha no pré-pago (plano que coloca recarga), pós-pago ou controle.


0 comentários:
Postar um comentário

Evite usar a opção "Anônimo", se não tiver conta no Google, preencha seu nome na opção "Nome/URL"