Como preparar o Soro Caseiro para gatos - reabilitação animal

Não há contra-indicação para dar o Soro Caseiro para os gatos. O líquido milenar é receitado até hoje por médicos e veterinários.
Caso o seu gato esteja doente, com vômito, diarréia ou não esteja comendo bem, saiba neste artigo como preparar um Soro Caseiro. A solução milenar costuma ser bastante eficaz no tratamento de várias doenças, pois deixa o animalzinho mais forte, além de promover a hidratação do bichano. A receita é bastante simples, inclui água, sal e açúcar, mas costuma ser bastante eficaz. No caso dos gastos, o trabalho maior pode ser o de fazer com que o gato tome a solução.
Para ajudar o gatinho a se recuperar melhor é aconselhável que o dono lhe dê um banho e limpe vasilhas e o local que ele fica, pois a doença do animal pode estar relacionada com o ambiente em que ele vive, pode ter vírus e bactérias. Quando tudo estiver limpo e esterilizado, faça a mistura indicada abaixo:

INGREDIENTES
1 Litro de Água Filtrada e fervida;
1 colher de café de Sal de Cozinha;
1 colher de sopa de açúcar cristal (se tiver açúcar mascavo é melhor ainda);

MODO DE PREPARO DO SORO CASEIRO – VERSÃO PARA GATOS

  • Após ferver 1 Litro de Água, deixe ela esfriar até atingir a temperatura ambiente.
  • Misture o Sal e o Açúcar.
  • Coloque em uma vasilha e dê para o gato beber.


Caso o gato não beba (o que é bem provável), use uma mamadeira furada ou então uma seringa (sem agulha, claro!) e dê na boca dele. É preciso paciência, tome cuidado para que ele não se afogue.

Você pode substituir a vasilha de água do animal por uma de soro. Lembrando sempre de cuidar da higienização do local. Muitas vezes o gato fica doente por causa de vírus, bactérias, mofo, bolor, poeira, etc. Assim como os humanos, os gatos também precisam de um local limpo!

A mistura com a açúcar mascavo é mais fácil de fazer o gato beber. Não existe uma quantidade recomendada, mas não é bom exagerar na mistura. 1 litro de Soro Caseiro por dia é mais do que suficiente.

O gato deve apresentar sinais de melhora nos três primeiros dias tomando a solução. Caso isso não aconteça, leve-o a um veterinário. Algumas cidades possuem hospitais veterinários públicos, que oferecem atendimento gratuito para cães e gatos de quem não pode pagar.

Observação: não usar a mesma mistura por muito tempo. Se o animal não tomar a solução no mesmo dia, no dia seguinte faça uma nova mistura.


0 comentários:
Postar um comentário

Evite usar a opção "Anônimo", se não tiver conta no Google, preencha seu nome na opção "Nome/URL"